12 abril 2007

Amor Eterno



É estar tranquilo consigo mesmo,
E sentir a fluidez dessa fantasia.
É ter alguem pra livrar de um pesadelo
E poder contar com ela todo dia...

É realçar a beleza perante os defeitos
É imaginar que até na dor tem alegria
É nunca ter que dizer adeus,
A não ser se for pra própria vida...

É se alimentar de coisas abstratas
E não sentir a fraqueza de um mortal
É fazer um pacto de sangue
E como se fossem Um, assim ser um casal

É planejar um futuro distante
E ter a certeza que irá acontecer
E sem saber o lhe espera adiante
Nunca ter nada a temer...

É fazer de um lugar solitário
Um templo mágico de pensamentos
Tirar de dentro dum copo d´água
Um mar profundo de sentimentos

É ter um fiel escudeiro
E também ser escravo de alguem
Ter alguem pra lhe dizer umas verdades
E enteder que na verdade só lhe quer bem

Porém durante essa vida inteira
Nem todos terão o maior dos privilégios
Que é tocar o corpo de alguem
Sem se limitar apenas ao sexo...

Somente se é por amor
E jamais mero acaso
Que alguem se entrega por inteiro
Até morrer com você nos seus braços...


Renato Moss

Nenhum comentário: