30 agosto 2010

Pôr do Sol

O pôr do sol
Por si só
Opõe-se ao óbvio.
Por si, Sol!
Em Sol menor
Propõe-se sóbrio
O Soul do pó.

09 agosto 2010

Louca, Move-te



A Louca move,
Comove, motiva...

A Louca cativa
A Louca emotiva

A locomotiva move
Louca, move-te.

05 agosto 2010

Mulher...





Teus encantos. É dos mais abastados
Sereno jeito de mulher, um artefato.
Quanto desejo senti pot ti, e de fato
És pra mim completa tentação, pecado...

Ao digerir sua presença encantadora
Fiz de mim simples cortêz, que outrora
Sonhara em arrancar-te sorrisos de pandora,
Sorver em seu cheiro, seus beijos e suas formas...

Que mulher magnífica és? em busca de aventuras...
Sedutora em sua meiguisse, é de seu olhar.
Possuidora de si e ninguem pra desfrutar, loucura!

É que talvez, no meu estado de pura hipnose
Não julguei-me competente o suficiente, nem por hora
E talvez se o fora, não seria aqui dos versos minha senhora...

03 agosto 2010

Sarcasmo Poético






Descontextualizando assim um principio moral
De caráter sincrético: O bom paladar social!
És possível estabelecer regras já findadas,
Como a praxe da então hipocrisia consumada?

Não sendo aos próprios paradigmas pertinentes,
Sabe enquadrá-las qual fosse a inferior mente.
E por ironia, com uma pequena gota de fracasso
Saboreia o amargo e gélido sabor do descaso...

Ora, se vejo então dentre tantos, alguém sentir,
É por quê tal anomalia moral há de servir.
Mas, quem por injúria erra em julgar, peca em proferir...

O pecado que por sua vez é puramente salutar
Toma assim como sugestão o aprender a perdoar
E como lixo é definido pelo incapacitado em reciclar...