05 agosto 2010

Mulher...





Teus encantos. É dos mais abastados
Sereno jeito de mulher, um artefato.
Quanto desejo senti pot ti, e de fato
És pra mim completa tentação, pecado...

Ao digerir sua presença encantadora
Fiz de mim simples cortêz, que outrora
Sonhara em arrancar-te sorrisos de pandora,
Sorver em seu cheiro, seus beijos e suas formas...

Que mulher magnífica és? em busca de aventuras...
Sedutora em sua meiguisse, é de seu olhar.
Possuidora de si e ninguem pra desfrutar, loucura!

É que talvez, no meu estado de pura hipnose
Não julguei-me competente o suficiente, nem por hora
E talvez se o fora, não seria aqui dos versos minha senhora...

3 comentários:

Ana Paula Duarte disse...

Ao ler versos assim, sinto grande orgulho de ser mulher!
Lindaaas linhas Renato, abraço.

Renato Moss disse...

Brigado Anna!

Aline Duarte disse...

Muito lindo, Renato!!! Tem certeza de que você não estuda Literatura nas horas vagas? rs
Ah, fiz um blog há um mês, mas ainda não tive coragem de postar nada... Prefiro ler o seu:)
Beijos